A sazonalidade no turismo é um assunto que sempre movimentou as discussões e debates dentro do setor turístico. Ela está constantemente na pauta de congressos, conferências e feiras em todos os lugares do mundo. Além disso, a demanda turística em determinadas épocas se relaciona diretamente ao desempenho financeiro das instituições turísticas — sejam elas, hotéis, pousadas, agências de viagens, companhias aéreas ou atrativos locais.Por isso, se você deseja saber o que fazer para contornar os desafios e vencer a sazonalidade no turismo de maneira inovadora, você está no lugar certo. Deixe para trás toda a instabilidade que a baixa temporada representa e pratique as dicas selecionadas neste post!

Saiba o que fazer para superar os problemas da sazonalidade

A alta temporada proporciona ganhos excelentes, grande taxa de ocupação nos hotéis e pousadas e uma movimentação financeira que, muitas vezes, pode ser considerada essencial para a sobrevivência do negócio. Entretanto, na baixa temporada, os empreendimentos vivem patinando para tentar se recuperar e garantir algumas reservas.

Diante dos desafios crescentes no período de baixa, muitos hoteleiros dispensam seus funcionários e decidem fechar as portas até a próxima estação. Atitudes extremas assim não são necessárias! Para se destacar e enfrentar a baixa temporada de cabeça erguida, é preciso reunir muita criatividade, disposição para o trabalho e estratégias que podem gerar valor e contribuir para alavancar o negócio durante este período.

Confira a seguir algumas maneiras de contornar os resultados da sazonalidade!

Entenda o período sazonal do seu negócio

Pode parecer uma dica muito óbvia, mas muitos hoteleiros não sabem identificar quais são os meses exatos de alta e baixa do seu negócio. Com isso, não conseguem criar estratégias e definir planos de ações que sejam relevantes para gerar resultados positivos em suas performances.

Para entender como o seu negócio funciona dentro da sazonalidade do turismo, é preciso coletar dados e analisar com critérios todos eles. Avalie as ocupações por períodos e considere sempre os aspectos variáveis.

Por exemplo, é possível que de um ano para o outro o mesmo mês apresente resultados opostos, por exemplo. Sendo assim, é necessário considerar acontecimentos de influência sistêmica — como crises financeiras do país — ou comportamentos diferenciais em sua localidade que tenham interferência direta no poder de consumo do seu público.

Conheça o perfil do seu público

Já que estamos falando de pessoas, essa é, sem dúvidas, a principal dica para contornar os desafios da sazonalidade no turismo: conheça muito bem o seu público. Não há negócio que caminhe e apresente resultados lucrativos sem que seus donos identifiquem qual é o perfil exato de seus consumidores.

Para isso, utilize formulários de pesquisas com seus clientes e busque perguntas que possam lhe trazer as respostas necessárias. Avalie os clientes que frequentam o estabelecimento durante todo o ano. Depois, tente entender qual tipo de consumidor você recebe em cada um dos períodos.

Busque saber o que deixa os clientes satisfeitos durante a hospedagem e o que os tornam descontentes para trabalhar em um relacionamento mais próximo com cada um deles. Você pode oferecer descontos em períodos de baixa ou uma condição especial.

Isso pode funcionar como uma estratégia para trazer os clientes insatisfeitos novamente ao seu negócio e oferecer a eles uma segunda chance. Essa será a oportunidade de uma nova experiência, na qual os serviços serão realizados para conquistá-los e, consequentemente, fidelizá-los.

É importante lembrar que essas estratégias devem focar especialmente na identificação dos perfis exatos para cada temporada e fortalecer o relacionamento e a comunicação com os consumidores.

Defina parcerias saudáveis

A realização de parcerias é muito comum dentro do mercado turístico, pois é uma forma de todos se ajudarem e manter seus números de desempenho. Para isso, é preciso desenvolver um ótimo relacionamento com as demais empresas de turismo de sua localidade.

Durante o período de baixa temporada, não são só os hotéis que sofrem com a queda na ocupação, as agências, operadoras de turismo e as atrações ou serviços locais também recebem o impacto negativo da sazonalidade.

Por isso, esse é o período ideal para organizar com seus parceiros as condições especiais para atrair os turistas e clientes. Nesse sentido, o hotel pode realizar uma parceria com um restaurante da cidade e oferece um jantar para os consumidores que se hospedarem no período definido.

É possível também realizar atividades conjuntas com agências de turismo receptivo e atrações da cidade — como promoções, descontos e pacotes que incluam vários serviços. Os clientes ganham ao receber benefícios agrupados e as empresas parceiras ganham em ocupação e aumento da movimentação no período de baixa.

Realize eventos

Os eventos são a saída mais conhecida quando o assunto é a baixa temporada. Para isso, é preciso criar um plano de ação que funcione bem para a região em que está localizado e o modelo de negócio do hotel ou pousada. É muito comum, por exemplo, oferecer condições especiais para grupos da terceira idade em datas de baixa.

Acompanhar o calendário de eventos da cidade e conhecer o perfil do público participante é importante para oferecer hospedagem conforme a demanda daquela época do ano. Outra estratégia é oferecer os espaços de seu estabelecimento para a realização de festas e espetáculos — ou até mesmo promover os próprios, de acordo com o registro de perfil dos hóspedes.

Além disso, muitas empresas buscam hotéis para realização de reuniões corporativas, desejando oferecer experiências diferenciadas aos seus funcionários. Sendo assim, vale a pena aproveitar para explorar esse nicho durante a baixa procura.

Utilize a tecnologia para otimizar as hospedagens

A tecnologia é cada vez mais essencial para os empreendimentos — e com os serviços de hospedagem não é diferente. Por isso, investir em recursos tecnológicos é uma das opções acertadas para controlar as reservas e vencer a sazonalidade no turismo.

A gestão correta das hospedagens, do momento da reserva até o check-out dos hóspedes, garante ao local uma maior otimização do tempo e controle dos serviços oferecidos, tornando-os mais rápidos e transparentes.

Utilizar um sistema de gestão hoteleira é uma ótima chance para auxiliar nos controles de reservas, identificar períodos de maior movimentação e registrar a procura da baixa temporada. Sobretudo, os dados gerados são essenciais para a análise da demanda e o planejamento de ações, visando a rentabilidade em cada período do ano.

Ao adquirir um programa que auxilie na otimização do seu tempo, é possível contornar os desafios durante a sazonalidade no turismo. Nesse sentido, uma boa solução para ajudar tanto na gestão de hotéis e pousadas quanto para lidar com a sazonalidade do turismo é o hotelflow. As funcionalidades do software permitem aos usuários uma navegação intuitiva, com interações facilitadas e acesso às informações inclusive de modo offline.

Como foi dito, manter a ocupação hoteleira é um desafio constante e, por esse motivo, não deixe de colocar em prática cada uma das dicas acima. Trabalhe agregando ainda mais valor ao seu negócio e não deixe de usar a tecnologia a seu favor.

Gostou das dicas? Então, entre em contato com o hotelflow e garanta os melhores resultados para seu hotel em qualquer época do ano!

Gostaria de receber dicas como essa em seu email?


Inscreva-se em nossa newsletter!

Por favor, verifique o seu email para confirmar a inscrição