Saber quando e quais os meses de baixa temporada no Brasil é essencial para se manter firme com seu serviço de hospedagem e evitar surpresas – ou prejuízos. Esses períodos podem ser os piores para os hotéis e pousadas.

O motivo? São épocas em que as pessoas dificilmente viajam. Pode ser pela questão do clima – como acontece com as praias – ou pelo fato de não haver nenhuma atração importante na cidade durante a baixa temporada.

Com isso, cai o número de hóspedes e você precisa se planejar e se preparar. O indicado é aproveitar o período de alta temporada, para sobreviver tranquilo nas épocas de baixa temporada.

Entenda o que é e quais os meses de baixa temporada no Brasil. Veja também dicas de como lidar com esse período sem ficar no sufoco. Confira:

O que é a baixa temporada?

Na baixa temporada, há menos interesse das pessoas em viajar para determinados locais. Créditos: Viagem em Pauta.

Baixa temporada é uma expressão um pouco difícil de definir. Seu período varia de acordo com cada país – muitas vezes região – e está diretamente ligado ao clima. Trata-se de uma época em que há redução do número de turistas, o que diminui também a procura por locais de hospedagem.

Também é possível definir a baixa temporada como o período em que a busca por um determinado destino está abaixo da média, quando comparada com o restante do ano.

Para os turistas, é um bom período, com várias ofertas e menos pessoas nas atrações das cidades. Para os serviços de hospedagem é uma época que exige atenção e algumas medidas para chamar atrair as pessoas, de forma a evitar ficar no vermelho.

Quais são os meses de baixa temporada?

Você deve estar a se perguntar quais os meses de baixa temporada no Brasil. A verdade é que são meses bem específicos e isso vale para todo o país. Aqui, o período letivo, de março a junho e de agosto a novembro, é considerado baixa temporada.

Além da rotina de trabalho, o clima é outro fator que influencia nesse período. Em março, tem início o outono, e alguns destinos, como as praias, acabam não sendo tão interessantes nas épocas mais geladas. Já entre agosto e novembro encontra-se o fim do inverno e o começo da primavera, que também não são tão interessantes.

A maioria dos turistas prefere aproveitar o mês mais gelado (julho) para conhecer locais turísticos de clima mais frio ou os meses mais quentes (dezembro, janeiro e fevereiro) para aproveitar o calor, as festas de fim de ano e o carnaval.

E a alta?

A alta temporada é caracterizada por uma grande procura dos turistas por determinada cidade ou região. Créditos: Revista Ecoturismo

A alta temporada pode ser definida como um período em que hotéis e pousadas recebem um grande fluxo de pessoas. Está ligada aos feriados prolongados e ao clima, já que, no Brasil, costuma ocorrer nos meses de dezembro, janeiro, fevereiro e julho.

As férias escolares afetam a alta temporada. A maioria das famílias prefere tirar férias e viajar nas épocas em que não há aulas, para aproveitar melhor o momento.

Para os hotéis e pousadas é a melhor época, podendo inclusive lidar com lotação. Os preços são mais altos, devido à maior procura.

Como lidar com a baixa temporada?

Sabendo quais os meses de baixa temporada no Brasil você estará pronto para agir nessa época sem ter dor de cabeça. Algumas dicas ajudam a lidar bem com o período e garantem que você consiga ter lucro, mesmo se receber menos hóspedes.

Para sobreviver à baixa temporada você pode:

  • Manter contato com quem já se hospedou em seu hotel

Nem sempre alguém que visitou seu espaço de hospedagem na alta temporada só tem disponibilidade para viagens nesse período. Em muitos casos, a pessoa está a planejar uma nova viagem e até pensa na baixa temporada, já que é um período com muitas promoções de passagens aéreas.

Mande um e-mail e comente sobre promoções ou eventos específicos desse período, divulgue nas redes sociais e conheça o perfil dos seus clientes. Pesquisas e enquetes são ótimas ferramentas para entender o perfil de quem viaja e se hospeda com você.

  • Ter um bom planejamento

O planejamento é outro grande aliado de quem possui um hotel ou pousada. Aproveite a época de alta temporada para se planejar para o período de baixa. Ofereça descontos para clientes que voltarem e tente conhecê-los melhor.

Proponha um brinde ou um mimo para quem preencher o questionário. Assim, você incentiva as pessoas a participarem da sua pesquisa e consegue dados que vão te ajudar nos períodos de baixa temporada.

  • Fazer promoções e ofertas

Se tem algo que chama a atenção das pessoas na baixa temporada são as promoções e ofertas. Nesse período, é indicado focar muito em preços mais baixos ou descontos para determinados dias.

Faça com que essas promoções cheguem até as pessoas com a ajuda do marketing digital. Se alguém visitar seu site, pode encontrar um cupom de desconto para hospedagem. Caso já tenha se hospedado em seu hotel, recebe um e-mail marketing. Além disso, nas redes sociais essas informações precisam estar divulgadas.

  • Focar em um público específico

Outra dica para quem quer aproveitar melhor a baixa temporada é focar em um público específico. Famílias talvez não queiram viajar nessa época, mas por que não oferecer seu espaço para clientes corporativos ou pessoas que viajam a negócios?

Foque também nos eventos que estão para acontecer na cidade. Um festival de música, um evento de nutricionistas, um seminário para advogados. São nichos específicos e a cidade irá receber turistas nessa época.

Ofereça descontos e faça parcerias com esses eventos. Assim, você consegue atrair pessoas interessadas em se hospedar no seu hotel ou pousada.

Agora que você já sabe quais os meses de baixa temporada no Brasil e o que pode realizar para lidar com esse período, conte nos comentários como você fazia até o momento para atrair mais clientes na baixa temporada.

Se quiser saber mais sobre o tema, continue a acompanhar as novidades do blog!

Gostaria de receber dicas como essa em seu email?


Inscreva-se em nossa newsletter!

Por favor, verifique o seu email para confirmar a inscrição