Desenvolver uma política sustentável é uma forma de reduzir gastos, otimizar receitas e, claro, demonstrar preocupação com a preservação ambiental e com o futuro das novas gerações. Tudo isso traz ganhos para a empresa hoteleira — seja orçamentário ou em marketing —, mas, para que isso aconteça, é preciso reduzir os desperdícios em hotéis.

Ao contrário do que muitos empresários do ramo possam imaginar, a redução desses desperdícios pode ser alcançada com ações simples ou por meio de pequenos investimentos (que trazem retorno a médio prazo) — bastando apenas entender a origem desses gastos excessivos e buscar a sua otimização.

Agora que você já sabe a importância de se reduzir desperdícios em hotéis, que tal descobrir algumas formas de otimizar o seu trabalho? A seguir, confira algumas sugestões de medidas que podem ser tomadas para esse fim.

1. Energia elétrica

A substituição de lâmpadas incandescentes ou fluorescentes por modelos de LED é uma excelente alternativa para baixar a conta de energia elétrica. Além disso, é possível instalar sensores de movimentos nas áreas comuns, fazendo com que o acendimento de lâmpadas aconteça somente quando necessário.

Outra opção é recorrer aos reguladores de tensão para diminuir o consumo de energia elétrica pelos refrigeradores. Placas de captação de energia solar podem ser uma opção para alimentar chuveiros elétricos e o investimento em eletrodomésticos modernos (que tenham menor consumo) também colabora para a redução de gastos.

2. Água

O hotel pode optar por fornecer peças de enxoval na cor branca ou com tons claros, pois são mais fáceis de lavar (o que diminui o consumo de água e produtos químicos durante o processo). O mesmo pode acontecer com as toalhas que, além de serem brancas, devem ter tamanho grande, o que estimula o uso recorrente delas.

Além disso, é importante adotar uma estratégia de reuso, estimulando os hóspedes a não solicitarem a troca das toalhas diariamente — o que reduzirá a demanda em sua lavanderia. Outra opção é adotar reguladores de vazão nos chuveiros e torneiras, assim como apostar em sistemas de reaproveitamento da água da chuva para regar jardins e alimentar descargas.

3. Cardápio

Na hora de definir o cardápio — seja para o café da manhã, seja para almoço e jantar — é preciso planejar bem. Leve em consideração a taxa de ocupação dos quartos para definir a quantidade de alimentos que será disponibilizada e acompanhe o volume de consumo para otimizar o processo e evitar desperdícios de comida.

Outra dica importante é recorrer aos alimentos de época. Lembre-se que muitas frutas são sazonais, tendo períodos de maior ou menor colheita, o que influencia no preço e disponibilidade. Uma opção interessante é apostar em fornecedores locais para hortaliças e legumes, o que permite ter alimentos frescos, com um menor custo.

4. Armazenamento correto

Além do planejamento que envolve a montagem de cardápio e a escolha de bons fornecedores, é de grande importância saber armazenar corretamente os alimentos — sobretudo os perecíveis. A boa gestão desses produtos permite reduzir custos e evitar problemas como intoxicação alimentar.

Portanto, fique sempre atento à validade de cada item, à temperatura para guardar cada um deles e à distribuição correta de cada insumo. E não se esqueça: é preciso acompanhar diariamente o seu estoque.

Como visto, com planejamento e aplicação de medidas simples é possível reduzir os desperdícios em hotéis. Assim, é possível diminuir os seus custos e ter uma maior sobra de caixa, o que permite realizar investimentos futuros para a melhoria da infraestrutura e do serviço prestado aos seus hóspedes.

Gostou deste artigo com algumas medidas para reduzir o desperdício em hotéis? Então entenda também a importância de contar com um software de gestão no setor hoteleiro.

error: Reprodução parcial ou total deste conteúdo não é permitida

Gostaria de receber dicas como essa em seu email?


Inscreva-se em nossa newsletter!

Por favor, verifique o seu email para confirmar a inscrição