Ter Internet de qualidade é um requisito superimportante nos dias de hoje. Vivemos em uma era em que é difícil encontrar quem não esteja conectado à rede. Isso pode ser percebido no trabalho, nas ruas e em nossas casas.

O uso massivo dos Smartphones para acessar e-mails, mídias sociais, aplicativos como o WhatsApp, realizar pesquisas no Google, por exemplo, torna imperativa a necessidade de Internet de qualidade.

Muitas pessoas fecham negócios, encontram trabalho, marcam reuniões, assistem à TV ou simplesmente gastam seu tempo na Internet compartilhando fotos e comentários. O que sugere que os mais variados pontos onde haja certa aglomeração de pessoas precisam estar atentos a essa situação e dispor de uma Internet de qualidade para clientes ou visitantes.

Isso vale para ambientes públicos, como parques, shopping centers e casas de espetáculo, por exemplo. E também para lojas, restaurantes e principalmente hotéis, hostels e pousadas. Uma viagem, seja a negócios ou a passeio, não será totalmente completa e bem realizada sem o acesso à rede por parte dos hóspedes.

Por que uma internet de boa qualidade é tão importante para o seu hotel?

Como vimos, nos dias de hoje fazemos quase tudo com a dependência da Internet. No caso específico dos hotéis, a existência de Wi-Fi gratuita já é um quesito muito levado em conta por parte dos hóspedes no momento de escolher sua acomodação para uma viagem.

É muito comum também encontrar o hóspede procurando o sinal do Wi-Fi com seu smartphone já na entrada do local, antes mesmo de realizar seu check-in. Há pessoas que dependem mais do que as outras em estarem conectadas. Uma coisa é comum a todos: as pessoas desejam estar em contato com a família e amigos através de suas redes sociais e aplicativos.

Segundo os profissionais do setor hoteleiro, muitos chegam a utilizar até dois dispositivos em um quarto de hotel, onde se encaixam também os tablets e os notebooks. Há quem aposte que a importância da presença de uma Internet de qualidade em um quarto vem à frente do conforto oferecido durante uma estadia.

O grupo hoteleiro IHG (International Hotels Group) realizou há pouco tempo atrás uma pesquisa sobre o assunto. Dos 10 mil hóspedes entrevistados, 40% afirmaram que ficar sem Internet em uma viagem é a pior coisa que pode acontecer. Outro dado interessante é que 61% deles afirmaram que a presença de Internet no hotel é mais importante que o frigobar.

Mas não é só o fato de compartilhar fotos dos passeios ou dividir o sentimento de alegria de uma viagem que movem essas pessoas. Atualmente, é comum acessarmos a Internet nos hotéis para traçarmos um roteiro turístico, além de buscar informações sobre os melhores restaurantes e bares para visitar.

Outras atitudes comuns são fechar um passeio de última hora e até mesmo realizar o check-in para o voo de volta para a casa – se for o caso, claro.

Para os empresários e profissionais que viajam a trabalho, muitos negócios são realizados através da Internet dentro de um quarto de hotel. Há ainda a necessidade de marcar reuniões e enviar relatórios, por exemplo. Dependendo da situação, há quem precise trabalhar conectado diretamente do hotel o dia todo.

E não podemos esquecer que o próprio estabelecimento depende também de uma Internet de qualidade para que seu sistema operacional funcione perfeitamente.

5 atitudes simples de resolver que podem prejudicar a qualidade do seu Wi-Fi

Você sabia que o Wi-Fi pode estar sofrendo alguma interferência simples de resolver? E que isso pode gerar um melhor sinal que aumentará a qualidade da Internet? A partir dessa constatação, vamos conhecer 5 atitudes para ajudar a melhorar a transmissão do seu Wi-Fi.

1. Posição do roteador

Talvez esse seja um dos problemas mais comuns e de simples solução. A localização incorreta onde o roteador está instalado interfere diretamente na distribuição do sinal do Wi-Fi. Consequentemente, o sinal é recebido pelos dispositivos com má qualidade.

Basicamente, o roteador não deve estar fixado nas extremidades de um ambiente. Se você tem um roteador em sua casa, por exemplo, mantenha-o na região central da residência. Ao encontrar-se em uma extremidade, o sinal emitido, que sairá com muita potência, perderá essa força ao longo do caminho.

Assim, chegará aos dispositivos que se encontram centralizados, e também em outras extremidades, de maneira cada vez mais fraca. Quanto mais paredes entre o roteador e o dispositivo, menor será a qualidade da Internet.

A posição do roteador interfere diretamente na qualidade da internet

2. Dispositivos conectados ao mesmo tempo

Sabemos que quanto mais dispositivos conectados ao mesmo tempo, menor será a potência recebida por cada um deles. O que muitos de nós não temos ciência é que um dispositivo que esteja recebendo um sinal fraco influenciará ainda mais na redução da velocidade em que todos os outros se conectarão.

Isso vale para o exemplo do primeiro aspecto que mencionamos. Quando o sinal precisa atravessar muitas paredes, esse dispositivo suga a potência do sinal mais que o necessário. Assim como celulares que estejam no bolso e com sua rede Wi-Fi ligada.

Somando esses dois fatores, salientamos que o próprio roteador precisa ser de qualidade. Sua potência também varia de acordo com a marca e o modelo. Sem contar que o número de antenas existentes influencia diretamente na distribuição do sinal. Recomenda-se ainda que as antenas do roteador estejam no mínimo a 1,5 m do chão.

Quanto mais dispositivos móveis ligados, mais seu Wi-Fi será sugado.

3. Presença de eletrodomésticos

Aparelhos eletrodomésticos ligados à rede elétrica podem influenciar na alimentação da energia do roteador. Isso ocorre quando essa rede não possui filtros. A dica dos especialistas para a solução deste problema é colocar o ponto de acesso à rede protegido por um nobreak.

Nobreak é um equipamento responsável por regular a voltagem e a pureza da energia que alcança os eletrônicos conectados a esse dispositivo. Em resumo, trata-se de um filtro de energia com bateria.

Eletrodomésticos ligados interferem diretamente no sinal do Wi-Fi.

4. Bluetooth ligado

O Bluetooth é um dispositivo que também faz o uso de ondas de rádio para a transmissão de dados. Assim, ele pode interferir na rede Wi-Fi.

Mesmo que essa tecnologia não seja tão utilizada mais nos dias de hoje, ainda há aparelhos antigos que não possuem hardware mais atual. Portanto, se for o caso, mantenha seu Bluetooth desativado.

Desative o Bluethooth para melhorar o sinal do Wi-Fi

5. Rede sem senha

Uma Wi-Fi aberta, ou seja, sem proteção de uma senha, irá causar muita dor de cabeça em algum momento. Esse expediente permite que qualquer dispositivo que esteja dentro da área de cobertura possa se conectar a sua rede.

Além dos perigos existentes de pessoas estranhas utilizando sua Wi-Fi, o sinal será enfraquecido em sua distribuição por conta da distância do roteador em relação a esse dispositivo estranho. Lembre-se: quanto mais dispositivos conectados, a partir de sua localização, menor será a qualidade da Internet.

Proteja sua rede com senha.

E se você tiver outras dicas, informações ou dúvidas sobre a importância de uma boa Internet em hotéis, além de maneiras para melhorar a qualidade de um sinal, compartilhe conosco seus comentários.

Gostaria de receber dicas como essa em seu email?


Inscreva-se em nossa newsletter!

Por favor, verifique o seu email para confirmar a inscrição