Antes de iniciar o conteúdo é válido destacar a importância das informações correspondentes às políticas de cancelamento de hospedagem do hotel serem disponibilizadas de modo acessível e devem prezar pelos direitos tanto da empresa, quanto do consumidor.

Dito isso, vamos para as dicas:

Primeiro passo: considere as jurisdições:

É importante realizar uma leitura ou consultar um advogado para se situar acerca dos seus direitos enquanto empresa e dos direitos do consumidor. A partir disso, você terá uma boa base para elaborar as políticas de cancelamento do hotel conforme os critérios da lei.

Segundo passo: destine um espaço no site apenas para a política de cancelamento

Fazendo isso, o cliente vai diretamente ao assunto que lhe interessa e fica ciente das políticas de cancelamento de hospedagem da empresa antes mesmo de realizar a sua reserva.

Dessa forma, a relação comercial entre as partes envolvidas será construída através do valor da transparência, bem como irá evitar possíveis atritos provindos da dificuldade do acesso à informação.

Terceiro passo: entenda o que vale ou não a pena para o hotel

Cada empresa possui os seus valores e a sua própria forma de visão. Portanto, você vai precisar fazer uma seleção sobre o que vale ou não a pena para você.

Exemplo: há hotéis que dão 100% do valor do pagamento como reembolso, caso a hospedagem seja cancelada previamente, enquanto há outros hotéis que dão apenas 50% do valor do pagamento como reembolso, mesmo que o cancelamento seja feito com certa antecedência. Existem, também, empresas que não cobram pelo cancelamento.

Uma dica: dê uma olhada na aba de políticas de cancelamento de outros sites da rede hoteleira e adquira referências sobre o assunto. Lembrando que todos os critérios devem considerar o que consiste na Lei para que sejam considerados válidos, ok?

Quarto passo: disponibilize mecanismos automáticos de cancelamento

Para otimizar tempo e facilitar o processo para a empresa e para o cliente, o ideal é oferecer um recurso através do próprio site — o principal meio de reserva e cancelamento de hospedagens — que realize o cancelamento automaticamente.

Se por acaso você optar em não dar reembolso em caso de cancelamento, é preciso se atentar à necessidade prévia de pagamento durante o ato da reserva para que o valor definido seja assegurado. Uma forma de trazer mais segurança para esse processo, é oferecer formas de pagamento online.

Quinto passo: considere os direitos da empresa, mas não se esqueça do seu cliente

Com a vida corrida e com constantes mudanças de planos, criar medidas muito rigorosas quanto às políticas de cancelamento podem afastar os seus hóspedes.

Sendo assim, é importante ponderar o que é importante para o hotel, mas considerar também as demandas do consumidor e as circunstâncias apresentadas. Fazendo isso e olhando para ambas as partes envolvidas, você tende a preservar os seus próprios direitos e a oferecer possibilidades interessantes para o consumidor.

Aproveite e leia também Cancelamento de reserva do hotel: entenda o que diz a lei

Esse conteúdo foi útil para você? Conta para a gente nos comentários!

error: Reprodução parcial ou total deste conteúdo não é permitida