Promover uma gestão financeira eficiente, manter a disciplina necessária na hora de tomar as decisões mais importantes e entender a importância da contabilidade de custos no seu hotel é um grande desafio.

Mediante a acirrada concorrência, tais medidas sinalizam a estabilidade da saúde organizacional, bem como a sustentabilidade necessária à continuidade dos negócios.

Considerar os impactos dos custos sobre o fluxo de caixa da empresa é fundamental. Se a contabilidade de custos cometer deslizes recorrentes e não focar em ações de viabilidade econômica, todo o investimento poderá ser seriamente comprometido.

Se está em busca de conhecimentos sobre a contabilidade de custos com ênfase no setor hoteleiro, este artigo vai ajudar você.

Contabilidade de custos

Com uma contabilidade eficiente, você terá dados, relatórios e informações importantes para o sucesso do seu negócio.

Essas movimentações são registradas e acompanhadas através de relatórios e análises, que geram informações importantes para a tomada de decisões.

Contabilidade não se trata de um luxo e, tampouco, de uma burocracia. Ela é essencial para qualquer tipo de empreendimento.

E na hotelaria, como em qualquer outro setor, a importância da contabilidade de custos no seu hotel é exponencial para o controle das atividades e dos resultados.

O que é contabilidade de custos?

A contabilidade de custos é um dos ramos da contabilidade, e está ligada à contabilidade financeira e à área de produção, já que trabalha com custos e despesas.

Na contabilidade de custos são obtidos os dados de valores de despesas, compras de produtos, contratações de serviços, reservas de hóspedes (no caso de hotéis) e assim por diante, que serão utilizados para apurar o custo dos serviços oferecidos.

O processo é interligado, assim como as informações de cada setor são necessárias para atingir o objetivo final.

É uma ciência extremamente necessária para a sobrevivência e a regularização dos negócios em qualquer âmbito. É somente em função dela que é possível realizar cálculos e apresentar detalhadamente informações sobre a evolução patrimonial e financeira de uma empresa ao longo do tempo.

Enquanto a contabilidade de forma genérica envolve técnicas e cálculos para manter o controle do patrimônio de uma empresa, a contabilidade de custos é uma área específica, uma engrenagem importante e fundamental dentro desse sistema.

Como já foi mencionado, se trata de uma parte da contabilidade voltada para os custos que uma empresa possui na produção dos seus bens ou na prestação dos seus serviços.

Ela se baseia no registro contábil das operações da organização e é responsável pelas contas de custeio.

De acordo com a atuação da empresa, ela pode ser dividida em contabilidade de custos industriais e contabilidade de custos de serviços, esta última é a utilizada no setor hoteleiro.

Por que fazer contabilidade de custos?

Com a contabilidade de custos, é possível ver as despesas e o lucro com clareza, e a partir daí tomar decisões mais assertivas.

Especialistas afirmam que o segredo para uma empresa ser administrada com eficiência é ter os recursos necessários para analisar o custo dos produtos fabricados ou dos serviços prestados.

Isso porque, ao obter essas informações, é possível saber o real lucro que a empresa tem.

Quando a contabilidade de custos é falha, o gestor pode acreditar que a sua margem de lucro é X quando na verdade é Y, por exemplo. Dessa forma, há um grande risco de se investir de maneira equivocada, o que poderá acarretar prejuízo para a empresa.

Mais do que avaliar o desempenho da empresa, a contabilidade de custos tem como objetivo colaborar com o planejamento dos seus diferentes setores.

O seu surgimento, aliás, está atrelado à necessidade das indústrias de controlar o estoque. O que era uma tarefa simples, mas ganhou maior importância quando se tornou um aliado das decisões gerenciais.

Isso, em parte, se deu pelo fato da concorrência nos mais diversos setores da economia ter crescido exponencialmente nas últimas décadas.

Como fazer?

Há dois métodos consagrados que servem para fazer a contabilidade de custos. Um é o custeio por absorção. O outro é o custeio baseado em atividade, ou simplesmente ABC (do inglês Activity Based Costing).

Enquanto o primeiro tem a finalidade de incluir no custo dos serviços tudo o que se gasta na sua produção (desde os gastos diretos até os indiretos, bem como os fixos e variáveis), o segundo mede de modo mais detalhado a quantidade de recursos usados por cada serviço.

Cada empresa escolhe o método de contabilidade de custos que preferir, embora ambos sejam eficientes para analisar, controlar e avaliar os gastos.

No entanto, o ABC é mais completo, o que significa que fornece informações mais qualificadas e, por consequência, mais úteis para a tomada de decisões.

Por outro lado, o custeio por absorção é mais simples e, por isso, também mais utilizado.

Além disso, para fazer a contabilidade de custos com uso do segundo método citado, é preciso contar com dados que nem sempre as empresas conseguem levantar.

Isso porque para usar o ABC é necessário identificar com mais exatidão quais os gastos de cada atividade a fim de classificar cada um dos serviços.

Com essas informações em mãos, portanto, fica mais fácil para o administrador saber o que gera mais custos na sua organização e buscar formas de reduzi-los.

Para sua empresa fazer uma contabilidade de custos realmente eficiente, seja de que tipo for, é importante ter profissionais experientes e qualificados.

Eles também devem acompanhar as mudanças do mercado e tendências, para que o seu negócio não fique para trás.

A importância da contabilidade de custos na hotelaria?

O ramo da hotelaria tem tido forte crescimento no país, isso faz com que quem resolve investir nesse tipo de negócio tenha que lidar com uma grande concorrência.

Apenas esse aspecto já explicaria a importância da contabilidade de custos no seu hotel.

Isso porque a grande concorrência pode representar riscos ao investimento, principalmente se o investidor não se organizar financeiramente.

Ter como foco a contabilidade e gerenciamento dos gastos do estabelecimento pode propiciar diversas vantagens para a gestão da empresa.

Uma delas é a possibilidade de se planejar melhor, pois saber exatamente os rendimentos da organização ajuda o empreendedor a aproveitar seu lucro da melhor forma.

Mas, para que isso aconteça, o gestor precisa possuir metas claras e bem estabelecidas, de acordo com o que ele espera do seu negócio.

Muitas vezes é necessária alguma mudança ou aperfeiçoamento de algo que já não esteja atenda tão bem as necessidades, assim como o investimento em novos produtos para os hóspedes.

É por essa razão que é preciso ter em mente as aquisições que poderão ser feitas a curto prazo, mas também aquelas que só serão concretizadas futuramente.

Outro ponto importante é permanecer atento a datas. Tanto as temporadas em que é possível perceber uma maior entrada de capital quanto os períodos em que é necessário pagar dívidas mais consideráveis.

Isso é, além de ter que se manter financeiramente mais organizado, o setor hoteleiro exige uma certa flexibilidade. É importante prestar atenção quando há maior demanda, assim como ajustar os preços em baixa temporada.

Essa característica faz com que o setor hoteleiro não possua um lucro constante, de forma que alguns gastos devam ser evitados, mesmo que a entrada de dinheiro seja maior.

Uma das atividades desempenhada pela contabilidade, e que se torna indispensável para o melhor funcionamento de um hotel, é a controladoria.

É com essa ferramenta que o contador realiza a coordenação e mantém o controle de cada setor da empresa.

Setores importantes no controle dos custos

O restaurante é um setor importante, que deve ser compatível com o porte e a categoria do hotel.

Em um hotel cinco estrelas, um restaurante que não tenha categoria internacional será um ponto de estrangulamento na operação.

Porém, não basta ter o restaurante estruturado e montado para ser de categoria internacional, será preciso que ele seja, de fato e de direito, um lugar de alto nível.

Também a lavanderia tem papel importante para assegurar a satisfação dos hóspedes.

É papel da contabilidade manter o controle de tudo isso com um adequado controle dos custos, de modo a destacar os resultados obtidos.

Outro setor que deve ser ressaltado é o planejamento tributário, uma das atividades mais importantes da contabilidade para os hotéis.

Ele será um dos fatores mais importantes para o resultado final das atividades operacionais. O planejamento adequado pode levar uma empresa do prejuízo ao lucro em um curto período.

As empresas do setor hoteleiro podem optar pela tributação simples nacional, lucro presumido ou lucro real.

É o setor contábil que, por meio de estudos específicos, irá apontar a tributação mais adequada para o momento.

Como parte das atividades turísticas, os hotéis geralmente dispõem de incentivos fiscais que possibilitam a redução ou até isenção de alguns tributos. A contabilidade tem como parte de suas atribuições estar sempre atenta a tais benefícios e possíveis solicitações.

Se você investir na contabilidade de custos no seu hotel, poderá tomar as decisões certas, utilizar bem os recursos disponíveis e conquistar uma posição de destaque no setor hoteleiro.

Gostou deste artigo? Deixe seu comentário com dúvidas ou sugestões. Aproveite para compartilhar sua experiência aqui. Até a próxima.

Gostaria de receber dicas como essa em seu email?


Inscreva-se em nossa newsletter!

Por favor, verifique o seu email para confirmar a inscrição